IPhone

segunda-feira, 5 de novembro de 2007



Pois é... eleito o produto do ano pela Time... Epá não é que eu seja contra... acho uma óptima maneira de ver pornografia no emprego, que afinal de contas é o objectivo final de quem compra uma televisão portátil, sem antena... mas o produto do ano? Será que o ano foi assim tão fraquinho??
Primeiro temos ainda no tópico de novas tecnologias: o novo portátil da Intel, para mim a melhor invenção tecnológica do ano, mas a invenção do ano? será que não foi inventada nenhuma curazita?
Mas para mim o pior nem é a escolha... o pior são os argumentos para a escolha... estamos a falar de um revista que é levada a serio... e que escreve um artigo... que merece pertencer ao jornal do lidl que recebo cá em casa!
1 - O iphone é bonito
2 - É tocável e fofinho (a tradução.. é como dizem os zucas, bera)
3 - Vai tornar outros telefones melhores (vão deixar de ser 3g, vão deixar de estar desbloqueados, vão passar a custar 500 euros já bloqueados... em suma, um mundo melhor)
4 - Não é um telefone, é uma plataforma (A Qtek deve estar para perceber que raio é que isto quer dizer)
5 - É apenas o fantasma do iphone que está para vir... ou seja a quinta razão desta revista para a eleição... É a probabilidade de virem a sair novas versões do mesmo telemóvel no futuro...

Resta-me tirar a carta, comprar um chevrolet matiz, e dizer que tenho o melhor carro do mundo, por cinco razões:

1 - Tem uma senhora bonita a fazer publicidade a ele;
2 - Os bancos são acolhedores e fofinhos;
3 - Vai obrigar as outras marcas a venderem latas de atum com rodas para competir no preço
4 - Não é um carro... é um triciclo com 4 rodas;
5 - No futuro (provavelmente devido a nova legislação sobre segurança rodoviária) vão sair novas versões que pela opinião de alguns poderam vir a ser melhores...

A seguir estava para eleger o melhor politico do ano... mas o desgraçado do Marques Mendes já sofreu que chegue!

Ah.. o artigo está aqui... AKI

6 comments :

Tito disse...

Ri tanto, como eu não ria há cerca de... 47 minutos.

Mas está muito bom, especialmente a parte do Matiz.

5 de novembro de 2007 às 22:45  
_lamy_ disse...

x2!! Lolol


P.S. Oh Imagination se quiseres faço uma vaquinha contigo para comprarmos o Matiz. :)

6 de novembro de 2007 às 20:30  
RaulBB disse...

Vende-se Matiz da minha irmã!
Ela não deve querer vender aquilo mas já que há interessados despachava-se já aquela cena daqui para fora!

7 de novembro de 2007 às 22:54  
therethere disse...

Foi como o Laurence Lundblade disse, mau produto, mas a melhor invenção/inovação do ano.

Concordo com este gajo, mas continua a ser um mau produto.

10 de novembro de 2007 às 23:35  
therethere disse...

É um produto para as pessoas normais.
Não para os informáticos ou tecnology-guys.

10 de novembro de 2007 às 23:36  
Tito disse...

Precisamente. Está mais que visto que só os fanboys (que engraçado, o meu opera diz que não conhece a palavra 'fanboys' e apresenta-me como sugestão a palavra 'nabos') é que continuam a admirar o iPhone.

O que eu não posso deixar de admirar é a capacidade que a Apple tem de manter os seus seguidores como aquelas religiões estranhas que aparecem nos filmes.

12 de novembro de 2007 às 01:31  

Enviar um comentário

Orignal Layout design by Pannasmontata | Layout Conversion by IcePicK