Rock In Bela Vista: Amy Winehouse

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Por esta hora ainda não acabou a actuação da Amy Winehouse e já estou aqui eu a felicitar grande parte das 90 mil pessoas que pagaram 53 euros para ver o pior concerto de sempre.

Não é que eu seja grande fã mas na minha perspectiva não está a ser grande coisa. As substancias esquisitas e o álcool não estão a colaborar em nada!

(Actualização) Rescaldo na notícia às 16h do dia seguinte:

Mesmo nunca tendo visto nenhum outro espectaculo da Amy, parece que não estava nada enganado. Ora vejamos o que se diz por aí...


Chegou atrasada uns 40 minutos, mas o pior ainda estava para vir. Visivelmente embriagada e/ou sob efeito de drogas, Amy Winehouse mal se aguentava nos sapatos, tendo mesmo chegado a tropeçar a dada altura. Rouca, a sua notável capacidade vocal em disco transformou-se numa miragem ao vivo, para dizer o mínimo. Cada interpretação ameaçava não chegar ao fim e o espaço entre músicas foi marcado pela recorrente desorientação, com Amy a dirigir-se a outros membros da banda como se para perguntar (adivinhamos nós) o que cantar a seguir. Pelo meio muitos copos e várias palavras ao público, quase totalmente imperceptíveis. Durou pouco: 40 a 50 minutos depois de ter começado, Amy Winehouse deixou o palco e não voltou para encore. Entre a assistência o sentimento de completa desilusão era notório.
A cantora britânica era uma das estrelas do cartaz do festival Rock in Rio deste ano, sendo a primeira vez que actuou em Portugal. Estavam cerca de 90 000 pessoas no parque da Bela Vista e certamente uma parte significativa desse número estava lá para ver Amy Winehouse. Quem pagou bilhete deve ter chorado o dinheiro que gastou. Amy deu espectáculo sim, mas um triste espectáculo. Daqueles tão maus que merecem um lugar entre os piores concertos de sempre. É pena, porque ela em disco mostrara um nível diferente.

(As imagens no vídeo são da Sic Notícias e, até agora, foram o melhor que consegui encontrar no YouTube sobre o concerto de ontem)
in Take a Break

Amy Winehouse: não foi o dia dela

O Rock In Rio começou com lotação esgotada, boa parte graças à curiosidade sobre a actuação de Amy Winehouse. Ela foi, mas o espectáculo ficou para a história do festival pelas mais estranhas razões: não foi um bom concerto, a voz da cantora londrina estava em dia não e pairou sempre entre a plateia o tom constrangedor de quem não sabe se há-de rir ou chorar....
in Público

Amy Winehouse actuou quase sem voz e alcoolizada no Rock in Rio

De copo na mão, rouca e a desculpar-se pelo atraso, Amy Winehouse actuou ontem à noite, no festival Rock in Rio-Lisboa, perante 90 mil pessoas, num Parque da Bela Vista esgotado.

Mais de meia hora depois do previsto, Amy entrou em palco ao rufar dos tambores. Acompanhada de seis músicos e dois vocalistas, Amy Winehouse demorou apenas 50 minutos para interpretar pouco mais de dez temas retirados dos seus dois álbuns, numa sequência que “furou” o alinhamento inicialmente previsto....
in Público

6 comments :

_lamy_ disse...

Ataum, confere? foi assim tão mau? eu ontem por acaso apanhei o metro no oriente e aquilo tavam uma filas pra comprar bilhetes que nem ta conto...

Em contrapartida no metro n havia muita gente!! lolol

31 de maio de 2008 às 11:55  
Imagination disse...

eu tava lá e posso dizer... nunca me ri tanto num concerto... é que chorei a rir...

Ah... houve gente que pagou 12 contos para ver aquilo :D:D:D:D

31 de maio de 2008 às 13:13  
_lamy_ disse...

Então, tu não pagaste?
Eu confesso que não conheço amy winehouse... nem me lembro de alguma música dela mas, granda Risada a ler as notícias!! ehehehe

31 de maio de 2008 às 17:25  
Imagination disse...

nepia, se pagasse ia masé ao Rodrigo leão nos Jerónimos

31 de maio de 2008 às 19:55  
john disse...

permite-me discordar, tito. o concerto de amy winehouse, a avaliar pela descrição, foi o melhor do rock in rio. vivemos na época do espectáculo, dos reality shows, da vida como ela é. não é verdade? pois então, ali tiveram os fãs a verdadeira amy winehouse.

como tem sido lá em casa? ver os concertos na radical com a televisão sem som, porque se consegue ouvir as músicas como se tivessem a tocar na despensa? :)

(ah, já agora, é o joão..!)

6 de junho de 2008 às 13:25  
Tito disse...

Já nem sei o que dizer, nos sites com as noticias citadas haviam pessoas a deixar comentários onde diziam que tinha sido bom e nem sei que mais...

Quanto ao som... pensei que fosse pior. Até nem se ouve muito!

7 de junho de 2008 às 03:37  

Enviar um comentário

Orignal Layout design by Pannasmontata | Layout Conversion by IcePicK